Domingo, 25 de Outubro de 2020 05:27
62 98221-0450
Saúde Estetica

Procedimentos estéticos, além da beleza exterior

A esteta Sacha Gualberto alerta pacientes que desejam fazer intervenções e ressalta a importância de respeitar a individualidade de cada um

29/09/2020 15h14 Atualizada há 4 semanas
76
Por: Redação Fonte: JC comunicação
 Drª Sacha Gualberto
Drª Sacha Gualberto

 

A busca da perfeição estética se tornou uma caça às bruxas nos dias de hoje, as pessoas perseguem padrões de beleza impostos pela sociedade como se fossem verdades absolutas. E essas verdades absolutas, as vezes, ultrapassam os limites desfigurando a imagem e a autoestima dos pacientes. Por isso procedimentos estéticos requerem um cuidado especial e profissionais qualificados. A Esteta Dra. Sacha Gualberto diz que essa ascensão da profissão deve-se ao fato das pessoas estarem olhando mais para si e enxergando seus potenciais de comunicação.

A esteta acredita que o bem estar estético proporciona ao paciente muito mais do que beleza, oferece oportunidade às pessoas de se reconhecerem capazes de enfrentar adversidades do dia a dia com um posicionamento positivo e confiante. “Quando eu digo comunicação eu falo em todas as formas como nós nos comunicamos e a imagem pessoal é uma delas. Vejo a ascensão da estética como uma possibilidade das pessoas terem mais acesso a elevarem sua autoestima e autoconfiança, o que abre um mundo de possibilidades nas relações profissionais e pessoais de cada um”, explica Sacha.

Mesmo nesse momento de crise a procura pelos procedimentos estéticos continuam à todo vapor, de acordo com Sacha ninguém quer ter cara de crise. “As pessoas querem se sentir bem sempre e essa busca faz parte da evolução humana: buscar o seu melhor”, diz. Mas segundo ela é preciso ficar atento as exigências dos pacientes que chegam ao consultório com pedidos exagerados.  “Existe uma linha muito tênue entre realçar a beleza que cada paciente já tem e os exageros estéticos. O especialista precisa saber identificar quando a ‘busca pelo perfeito’ excede sua capacidade de trabalho”, enfatiza Sacha.

Para pessoas que chegam com esse perfil, Sacha aconselha encaminhar o paciente para terapeutas, pois isso trará mais satisfação interna às pessoas que extrapolam esses limites. Ela alerta também os profissionais, que precisam se capacitar para compreender as necessidades de cada um, e ser capaz de reconhecer quando ela é interna, e não externa. “Os profissionais precisam estar verdadeiramente capacitados para cuidar de vidas, mesmo na beleza. Um paciente nunca é somente uma disfunção estética, ele faz parte de um todo e deve ser cuidado em toda sua integralidade”.

Como coordenadora e docente de uma pós graduação de renome internacional, falar em não se capacitar para Sacha é o mesmo que escolher brincar com a saúde dos pacientes. “A saúde estética é uma ciência e deve ser compreendida em sua cientificidade”, explica. A esteta diz ainda que executar um procedimento apenas para obter lucros desenquadra o profissional que antes de ser especialista em estética tem formação prévia em saúde e por obrigação colocar a vida do paciente em primeiro lugar. “É por isso que vemos hoje tantos procedimentos dando errado, porque profissionais desqualificados não priorizam a saúde do paciente”, revela.

A esteta conta que já recebeu pacientes insatisfeitos com resultados de outros profissionais e percebe que existe uma similaridade em quase todos os casos. “ Eles dizem que não sabem o que aplicaram neles, que não preencheram ficha de avaliação, o procedimento foi muito rápido ou que mal os olharam. O que eu percebo? Profissionais tecnicistas que tendem a não enxergar a individualidade de cada paciente. É importante ouvi-los, traçar um plano de tratamento que atendam as necessidades e explicar sobre as expectativas que cada um tem sobre seus sonhos e queixas”.

Para quem foi abalado com procedimentos mal sucedidos, é possível reverter alguns procedimentos e intercorrências sim e o quanto antes melhor. “Alguns exemplos são: preenchedores podem se desfazer com hialuronidase, toxina botulínica com radiofrequência e ozônioterapia, dentre outros. Mas eu prefiro atuar presando pelos mínimos detalhes. Com execução de qualidade evitamos intercorrências e resultados insatisfatórios”, explica Sacha. Por isso é de extrema importância que o paciente, antes de qualquer coisa, busque um profissional qualificado e de confiança.

Sacha diz que além das fiscalizações dos conselhos de classe profissionais e sanitárias a população também tem o direito de se resguardar procurando saber as formações do profissional que escolhe. “Minha dica? Na consulta pergunte sobre a formação e certificação do profissional, busque indicações e resultados que o mesmo apresenta”. Ela complementa argumentando que é por isso que o mercado jamais estará saturado para os profissionais que se destacam, que primam por resultados extraordinários, que colocam seus pacientes como prioridade e entregam algo mais.

Enfim, procedimentos estéticos vai além de aparência física, é uma questão de saúde e deve ser feito com cautela, sem exageros e buscando realçar o que há de melhor em cada um, sem padrões impostos. “Sabem qual o procedimento que eu mais gosto de realizar? O lifting emocional! (Risos). Não conhece? Eu te apresento: desperto a beleza interior que existe em cada pessoa e ela reflete todos os pontos de beleza externos que construímos juntos na relação profissional-paciente. Para mim, padrão de beleza se chama felicidade”, finaliza a esteta Sacha Gualberto.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Goiânia - GO
Atualizado às 05h18 - Fonte: Climatempo
22°
Céu encoberto

Mín. 20° Máx. 26°

22° Sensação
6 km/h Vento
88% Umidade do ar
90% (20mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias