Domingo, 25 de Outubro de 2020 04:31
62 98221-0450
Geral Artigo

A solução inesperada

Mercado imobiliário

28/09/2020 07h26 Atualizada há 4 semanas
388
Por: Redação Fonte: Diego Amaral
Diego Amaral
Diego Amaral

Geralmente em uma crise, o mercado imobiliário é o primeiro a sentir. É que, quase sempre, as vendas desse tipo de produto são realizadas a longo prazo e, como as pessoas precisam manter as obrigações financeiras relativas à assistência imediata - tais como alimentação, saúde, educação e outros -, a aquisição de imóveis acaba sofrendo mais nos momentos de crise.

Além de, geralmente, ser o primeiro a sentir uma crise, é o último a se recuperar dela, pois as pessoas só voltam a investir em imóveis quando sentem segurança e solidez suficientes para arcarem com tal investimento. Assim aconteceu, por exemplo, na crise econômica e política vivenciada pelo país entre o fim de 2014 e o ano de 2018. Ocorre que o cenário atual vem se desenvolvendo de maneira diferente.

O que temos observado na crise econômica, social e de saúde que estamos enfrentando é um mercado imobiliário cada vez mais sólido, resiliente e, extremamente, aquecido.

Existem algumas explicações para esse fenômeno. A primeira delas se dá pelo fato de nos encontrarmos em um momento no qual a taxa Selic se estabelece extremamente baixa, o que incentiva a aquisição de empréstimos e consequentemente financiamentos imobiliários. A segunda diz respeito ao efeito reverso provado pela pandemia da Covid 19. Explico: com a taxa Selic baixa e as aplicações financeiras pouco rentabilizando, aliado ao temor de parte da população de interferência estatal nas aplicações financeiras dos cidadãos, o investimento em imóveis passou a ser uma excelente opção para quem quer segurança no investimento e tranquilidade em ter realizado uma boa aplicação financeira, sem riscos e oscilações, no pós-pandemia.

Assim, esse bem tão precioso e sonho de inúmeras famílias brasileiras, já que a maioria da população adquire durante toda sua vida um único imóvel, vem ganhando mais força. Aos poucos, o setor imobiliário vem mostrando ser um dos principais setores no enfrentamento da crise que atualmente vivemos. Vejo aí, nesse segmento, pelo menos 5 anos de grande fluxo e picos cada vez maiores de vendas.

Escrito por: Diego Amaral, advogado, Conselheiro da OAB/GO, Presidente da Comissão de Direito Imobiliário e Urbanístico da OAB/GO, Conselheiro Jurídico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção - CBIC.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Goiânia - GO
Atualizado às 04h17 - Fonte: Climatempo
22°
Céu encoberto

Mín. 20° Máx. 26°

22° Sensação
6 km/h Vento
88% Umidade do ar
90% (20mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias