Terça, 29 de Setembro de 2020 02:12
62 98221-0450
Empresas e Negócios 200 reais

Relembre as cédulas de papel do real

Nova moeda traz imagem do Lobo-guará

02/09/2020 20h58 Atualizada há 4 semanas
125
Por: Lorena Lazaro
Nota de 200 reais
Nota de 200 reais

Beija-Flor-de-peito-azul, Tartaruga-de-Pente,  Garça-Branca, Arara-vermelha,  Mico-leão-Dourado, Onça-pintada, Garoupa-verdadeira, e agora, o Lobo-guará. Mais que o hífen, presente na forma escrita todos esses bichos, eles têm em comum o habitat da fauna brasileira e o pode de estar no seu bolso nesse momento, pois ilustram as notas de papel da moeda deste País, o Real. Provavelmente, o Lobo-guará você ainda não chegou a ter nas suas mãos. Isso porque o Banco Central a apresentou oficialmente nesta quarta-feira, 2 de Setembro. Ela passa a ter valor legal imediatamente e começa a circular conforme a demanda. Ao todo, serão disponibilizadas 450 milhões de unidades da nota até o fim do ano.

A cédula de R$ 200 é impressa em papel fiduciário, que tem uma textura mais firme e áspera que o papel comum. Pelo tato, é possível sentir um alto-relevo em algumas áreas da nota, como nas legendas “Banco Central do Brasil” e “República Federativa do Brasil”, nos numerais impressos na frente e no verso, na faixa vertical de folhas, nas flores e no fruto, na efígie da República (frente) e no lobo-guará (verso).  Sob luz ultravioleta, é possível enxergar o número 200 na frente e a numeração vermelha do verso aparece na cor amarela. Além disso, pequenos fios coloridos se tornam visíveis. Ao colocar a nota na altura dos olhos, na posição horizontal, é possível ver o número 200 sob o desenho de um arbusto, no canto direito inferior da cédula, em sua face frontal.

A marca-d'água da nova cédula permite visualizar, se colocada contra a luz, a figura de um lobo-guará e o número 200, em tons que variam do claro ao escuro. Também ao posicionar a cédula contra a luz, o fio de segurança fica visível, próximo ao meio da nota.

Mas, no mundo de pagamentos virtuais e cartões de crédito de plástico, as cédulas andam tão raras quanto os animais que as ilustram. Embora o Plano Real tenha tido início em 1994, desde então, algumas mudanças aconteceram. Já tivemos nota de R$ 1, que hoje está fora de circulação, e uma bizarra nota de R$ 10 de plástico que fugiu a regra do material e do tema, já que não tinha um animal estampado. Confira abaixo o layout do nosso suado dinheiro de papel.

 

Nota de 1 real. Deixou de circular em 2005, mas é possível que você tenha parado de vê-la há mais tempo. A moeda de 1 real a substituiu com louvor. 


Nota de 2 reais - Traz a tartaruga. Começou a circular em 2001 e em 2013 sofreu alterações no tamanho, design e dispositivos de segurança


Nota de  5 reais - É da velha-guarda das notas, mas em 2013 ganhou uma repaginada seguindo também o novo design da de R$ 2. 


Nota de 10 reais  - Também é da turma de 1994, mas ela teve duas novas versões. Em 2013, junto com as demais e um pouco antes disso, quando no ano 2000 ela foi lançada em plástico e celebrava os 500 anos do Brasil. Nessa não tinha bichos. 


Nota de 20 reais - As cores laranja e amarelo dão os tons na nota mais extravagante do Real. Lançada em 2002, traz o exuberante mico-leão-dourado como protagonista. Eu gosto. 


Nota de 50 reais  - A onça-pintada é a estrela dessa que tinha o posto de segunda maior nota do Real. Lançada em 1994, também ganhou novos gadgets em 2013.

Nota de 100 reais - Perdeu o posto, mas não a majestade. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias