Quarta, 14 de Abril de 2021 08:46
62 98221-0450
Cidadania EMPREGO

Em empresas no estado de Goiás, a maioria são mulheres

Mesmo sob o efeito da pandemia, o mercado de trabalho goiano tem destacado gestoras em diversos setores. O levantamento mostra que, até 2021, o número de mulheres em cargos administrativos aumentará 50%

09/03/2021 13h15
Por: André Oliveira
Em empresas no estado de Goiás, a maioria são mulheres

 

Vivemos em uma sociedade longe de alcançar a igualdade de gênero. No entanto, as realizações profissionais das mulheres melhoraram significativamente ao longo dos anos. Pesquisa nacional realizada pela ZRG Brasil, empresa global de headhunting e consultoria de liderança, entrevistou presidentes de médias e grandes empresas de novembro de 2020 a dezembro de 2020, resultando em um aumento de 50% na participação feminina no conselho de administração. Se considerarmos a situação de crise provocada pela pandemia de Covid-19, esse crescimento é ainda mais louvável, que, segundo dados do IBGE do segundo trimestre do ano passado, reduziu a proporção de mulheres na força de trabalho para 46,3%, o que é desde 1990. O nível mais baixo.

Porém, mesmo diante dessa situação incerta, empresas goianas de todas as esferas da vida ainda conseguiram manter seus números em termos de representatividade feminina (inclusive cargos de liderança) em seus funcionários de forma positiva. É o caso da EBM Desenvolvimento Imobiliário: no início da constituição da empresa, o número de mulheres era de 68%, enquanto os homens representavam 68% dos escritórios da empresa. A diretora de comunicações Lohanne Assis trabalhou na EBM por três anos e disse que recebeu sua primeira promoção seis meses depois e foi promovida novamente dois anos depois. Ela disse que esta foi uma jornada árdua, com muitas responsabilidades e grandes recompensas. Ele acrescentou: "Eu uso todas as oportunidades que nos são oferecidas para crescer e aprender todos os dias. A obtenção desses cargos em um período de tempo relativamente curto só pode provar a determinação da empresa em valorizar seus funcionários."

Avaliações executivas acreditam que o aumento do número de mulheres em cargos de liderança está diretamente relacionado ao fato de a empresa estimular e promover a valorização igualitária de gênero. “Este destaque está intimamente relacionado com a dedicação de todas nós no campo profissional em buscar reconhecimento e independência. É um incentivo para outras mulheres seguirem o mesmo caminho”. Lohanne também listou fatores que ela acredita serem essenciais para o trabalho das mulheres, como consciência da análise, atenção aos detalhes, capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo e sensibilidade a situações adversas. Ela disse: “Embora ainda existam preconceitos no mercado de trabalho em geral, hoje é comum ouvir frases como 'Quando as mulheres estão envolvidas, o processo é feito de forma mais organizada'. um homem."

No Crool Centro Odontológico, os cargos de liderança são compostos por 90% de mulheres e, em todos os departamentos, o número de funcionárias é de 83%. “Somos uma empresa sem conceitos estabelecidos. Procuramos ser fiéis aos nossos valores, respeitar as diferenças e valorizar todas as potencialidades. Foi uma agradável surpresa ter a maioria das mulheres na equipa na altura, sem objectividade e sem sentido objectivo . Calcula-se que esse número ocorre quando buscamos nossos alvos todos os dias ”, disse Paula Medrado, Diretora de Relações da Crool.

A executiva, com mais de cinco anos de atuação, comentou que a maioria dos demais gestores tem mais de três anos de experiência, o que potencializa a força das lideranças femininas. Ele enfatizou: “Espero que outras empresas despertem e entendam as diferenças entre elas, para que somente os melhores talentos e nossas decisões diárias possam ser extraídos como empresa e estilo de liderança.” Ela reconhece que as mulheres lutam por seus direitos. A luta ainda não acabou, mas ela ressaltou que cada vitória vale a pena comemorar. Paula também comentou que a representação feminina na Crool é forte, o que as ajuda a recrutar cada vez mais mulheres para o mercado de trabalho. Ele acrescentou: "Tenho certeza que vou colher os frutos de outras mulheres e outras lutas, e sei que vou colher para outras gerações. Nós mulheres somos e podemos ser o que quisermos."

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias